Crítica de Livro | A Rainha do Castelo de Ar (Trilogia Millenium)

Se ainda não leu as resenhas do livro 1 e do livro 2 é só clicar AQUI e AQUI.

Por ser o último livro da série, fica meio óbvio que tudo vai se resolver aqui. Mas a forma como Stieg desenvolveu a trama é de tirar o fôlego, ele consegue prender sua atenção do início ao fim. Aqui nesse ponto você já conhece todos os detalhes da vida de Lisbeth Salander, agora é hora de saber quem fez isso com ela, porque e como eles trabalham.

a-rainha-do-castelo-de-arMikael volta a ser uma peça importante e junto com sua irmã Annika Gianini, eles tentam ajudá-la a sair dessa enrascada de todas as formas e correm contra o tempo para não deixar Lisbeth nas mãos de Peter Teleborian novamente. Parece que ele tem um gosto especial em fazer com que ela seja trancada em manicômios.

Nesse livro, Lisbeth está sendo caçada pela polícia, mas tem uma galera muito mais barra pesada atrás dela também e eles lutam em duas frentes: uma que deseja fazer com que ela seja condenada pelos homicídios que é acusada e outra tentando encontrá-la para dar cabo da vida dela. Nenhuma das duas opções é muito boa e isso faz com que a necessidade de se manter fora das grades seja ainda maior.

Aqui o ritmo dos acontecimentos continua de tirar o fôlego, mas Lisbeth passa a ter mais dois aliados sem saber: Sonja Modig e Jan Bublanski, o inspetor responsável pelo inquérito de Salander. O que faz com que os dois fiquem desconfiados da inocência dela é a necessidade do promotor de fazer a caveira da garota para a imprensa vazando informações para a imprensa.

Nesse livro você já conhece praticamente todos os elementos da história, não tem nenhuma mega surpresa, mas você consegue ver claramente o duelo de forças. Como esse autor escreveu o livro pela ótica de vários personagens você consegue ver várias facetas da história e isso deixa a leitura ainda mais fluida. Novos personagens aparecem e você vai ver que eles tiveram papel importante na arapuca que armaram para Lisbeth no passado e estão tentando armar novamente.

Te garanto que a história é bem finalizado e apenas um dos lados sai vencedor, mas só lendo para descobrir. E acho que você não vai se arrepender no final, eu pelo menos, adoro a história e leria de novo com muito gosto. Se você ainda não começou a ler já pode correr atrás dessa preciosidade.

Sinopse

Grande parte dos segredos é desvendada. Lisbeth Salander agora conta com excelentes aliados. O principal é Mikael Blomkvist, jornalista investigativo que já solucionou crimes escabrosos. No mesmo ‘front’, estão ainda Annika Giannini, irmã de Mikael, advogada especializada em defender mulheres vítimas de violência, e o inspetor Jan Bublanski, que segue sua própria linha investigativa, na contramão da promotoria. Com a ajuda deles, Lisbeth está muito perto de desmantelar um plano sórdido que durante anos se articulou nos subterrâneos do Estado sueco, um complô em cujo centro está um perigoso espião russo que ela já tentou matar. Duas vezes.

Livro: A Rainha do Castelo de Ar                   Autor: Stieg Larsson

Páginas: 688                                                       Editora: Companhia das Letras

Capa: 10

Continuidade: 9

Personagens: 9,5

Cenários: 8,5                                                       Nota Final: 9,37

História: 9

Narrativa: 9

Diálogos: 10

Revisão: 10

Até a próxima!

Você irá gostar de ler também:

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *