Nossa experiência com o #NomeProvisório

Olá, leitores!

O post de hoje é parte da blogagem coletiva que estamos fazendo com os blogs: Eu Li ou Vou Ler, Café com Luke, Amante dos Livros, Jeniffer Geraldine, Dicas da Isa e Plataforma 9 3/4. Cada blog vai postar como está sendo a sua experiência com o grupo de leitura #NomeProvisório. Sempre usamos esse nome porque quando o grupo foi criado após o setembro policial do ano passado ninguém tinha conseguido pensar em um nome legal para substituir aí deixamos esse nome provisório até que conseguíssemos pensar em alguma coisa e essa semana finalmente saiu e a partir de agora o #NomeProvisório vai virar Pacto Literário. Nem queiram saber o contexto, mas todo mundo adorou o nome e como o timing foi perfeito aproveitamos para divulgar a mudança do nome já nessa postagem.

Nós já explicamos como funciona o grupo, mas vamos falar novamente para quem ainda não nos conhece. Ano passado a Thamiris do blog Eu Li ou Vou Ler quis fazer postagens especiais sobre romances policiais em setembro. O Ponto para Ler topou participar e todos aqueles blogs que eu citei ali em cima também, então ela organizou um grupo no whatsapp para todos combinarem como seriam as postagens e também divulgar o que fosse postado em cada blog, já que não eram postagens fixas para cada blog.

Eis que daí surgiu um relacionamento de amizade entre todos os blogueiros e ninguém queria dar fim ao grupo depois que setembro passou. Então ficou decidido que a partir de outubro nos transformaríamos em grupo de leitura e que cada um dos membros indicaria livros para que todos pudessem ler. Para não ficar nada impositivo, a pessoa deveria indicar quatro livros para que o mais votado fosse selecionado como livro do mês.

No início era um grupo fechado no whatsapp e os comentários eram feitos em um fórum na internet. Depois migramos para o facebook e abrimos para participação de mais membros no debate e na escolha dos livros. Somente os membros fundadores do grupo indicam livros, mas todos podem votar e escolher que livro querem ler. Ah! Além de indicar o livro do mês, a pessoa deve indicar qual membro selecionará os livros do mês seguinte.

O mais legal de tudo isso é que são oito pessoas com gostos completamente diferentes e acaba que cada indicação tem o toque pessoal de quem está selecionando livros. Tanto que você pode perceber isso pela diversidade dos livros que já lemos:

Outubro – O Bebê de Rosemary, Ira Levin

Novembro – A Livraria 24 horas do Mr. Penumbra, Robin Sloan

Dezembro – A Máquina de fazer Espanhois, Valter Hugo Mãe

Janeiro – Admirável Mundo Novo, Aldous Huxley

Fevereiro – Entrevista com Vampiro, Anne Rice

Março – Amor Amargo, Jenifer Brown

Abril – A Máquina de Contar Histórias, Maurício Gomyde

Coincidentemente eu e o Paulo nos revezamos nas leituras e ele leu os três primeiros livros, eu li os dois primeiros desse ano, ele leu o de março e eu já havia lido o de abril, que tem até crítica aqui no blog. Também temos críticas de AdmirávelEntrevista e Amor Amargo, caso vocês queiram conhecer um pouco mais. Dos que eu li, o meu preferido é o Admirável Mundo Novo, eu tinha muita vontade de ler, a expectativa era alta, mas ao mesmo tempo eu não sabia o que esperar dele. A experiência foi sensacional, o livro me marcou e entrou para a lista de melhores leituras da vida e ainda é aquele tipo de livro que você precisa revisitar de tempos em tempos porque quando você vai ganhando experiência você enxerga as críticas com um novo olhar.

O Paulo também gosta muito de Admirável, mas se surpreendeu com a leitura de Amor Amargo. Pela crítica dá para ver como ele foi pego de surpresa pela temática e, como ele mesmo fala, pode perceber que homens também são vítimas de relacionamento abusivo. De todos que ele leu o preferido foi A Máquina de Fazer Espanhois, ele se apaixonou por Valter Hugo Mãe e achou o livro visceral, com uma história envolvente e uma escrita super desafiadora, ou seja, ficou completamente apaixonado.

Eu indiquei os livros de fevereiro e acabou que a leitura de Entrevista com Vampiro foi um grande desafio, a Thami e o Luke que foram até o fim junto comigo sabem que é um livro controverso. Não dá para dizer que é ruim, mas a leitura fica um pouco arrastada depois de algumas páginas.

Estamos em processo de escolha do livro de maio, as indicações foram feitas pelo Paulo e se você ainda não faz parte do grupo do facebook, corre que ainda dá tempo de você entrar e votar conosco. As opções são:

  1. Maus – Art Spielgman
  2. O Menino no Alto da Montanha – John Boyne
  3. Vinte Mil Léguas Submarinas – Júlio Verne
  4. A Lição de Anatomia do Temível Dr. Louison – Eneias Tavares

A briga está grande entre os dois primeiros, Maus está ganhando por apenas um voto. Se você entrar e votar dá para desequilibrar o jogo, hein?! O livro que está ganhando pode disparar ou um azarão pode surgir. Vem fazer parte dessa loucurinha com a gente! Não se acanhe, qualquer um pode participar, não é preciso ser blogueiro para amar livros 😉

E aos blogueiros que deram início a essa história deixo aqui todo o meu amor, porque vocês foram a melhor surpresa de 2016. Só temos a agradecer por essa amizade digital e não vemos a hora de ver todos vocês pessoalmente para finalmente poder esmagar todo mundo de amor!

Obrigada, obrigada e obrigada!

Ana e Paulo.

Você irá gostar de ler também:

5 Comentários

  1. Oi meu casal preferido da vida!
    São oito pessoas maluquinhas que tem o amor pelos livros em comum.Como é adoro fazer parte do dia a dia de vocês, obrigada por tudo até hoje.
    E em Junho quero esse abraço esmagado cheio de amor, beijão

  2. Com certeza esse grupo foi algo maravilhoso que aconteceu em 2016, é sempre muito bom conhecer pessoas tão lindas, espirituosas e cheias de vida como vocês. Obrigada por tudo, vocês são demais! ♥

    Cris
    Plataforma 9 3/4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *